Polícia prende 2 suspeitos de arrastar sem-teto até a morte

Polícia prende 2 suspeitos de arrastar sem-teto até a morteFoto: Divulgação

O crime ocorreu no dia 17 de maio, quando o corpo do homem, identificado como Carlos Alberto Santos, de 36 anos, foi encontrado em frente ao Terminal de Integração da Praia Grande.

Segundo a polícia, depois de ter sido detido pelo vigilante, o homem em situação de rua foi amarrado em um carro e arrastado pelo empresário comercial até o Terminal de Integração. Em depoimento, o empresário admitiu que arrastou Carlos Alberto e se justificou dizendo que a vítima havia furtado várias vezes o seu restaurante.

Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que o empresário freia o carro para iniciar uma conversa e tomar uma bebida, enquanto a vítima estava amarrada. Além disso, o vídeo mostra o carro passando por cima do homem em situação de rua.

“As imagens mostram para gente o tamanho da barbárie que foi esse crime. Quando finalizarmos o inquérito, algumas pessoas podem ser indiciadas pela omissão de socorro, já que viram toda aquela situação e não denunciaram”, fala o delegado Felipe César.

Após o crime, o empresário fugiu para São Paulo e foi preso ao voltar para São Luís. Já o vigilante foi detido no bairro da Cidade Operária na capital. Os dois suspeitos foram encaminhados para a sede da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), na Avenida Beira-Mar.

Talvez você goste